Os principais erros que os pais cometem na criação dos filhos, a luz da Bíblia.

JACÓ E ESAÚ: Uma das coisas que se destacam na história de Jacó e Esaú é a disputa que houve entre os dois. Eram irmãos gêmeos, mas viviam em guerra. Aqui há uma alerta aos pais, quanto a criação dos filhos, pois Isaque, tinha uma preferencia exagerada por Esaú e Rebeca tinha por Jacó. Certamente esta preferencia acirrou ainda mais a competição que Esaú e Jacó tinham um pelo outro. Alguns pais não tem ideia do erro que cometem por se mostrarem mais favorável a um filho do que a outro. Os pais que agem assim, estão semeando competição entre os filhos e depois serão as vitimas, pois não há nada que desgaste mais os pais do que separar brigas dos filhos, mas quando eles ainda são crianças tudo é mais fácil, é só pegar a vara e corrigir. Mas o que fazer depois que eles crescerem? Não haverá mais nada que possa ser feito, pois a situação já terá fugido do controle!

“Eles semearam ventos, e por isto colherão tempestades”… (Oseias 8: 5)

ABRAÃO, ISAQUE E JACÓ: Os pais precisam ter consciência de uma coisa, um filho será o marido que o seu pai foi, uma filha será a esposa que a sua mãe foi. Obviamente, as pessoas seguem os exemplos mais próximos. Sendo assim, um dos principais erros que os pais cometem é dar mau exemplo, sem pensar que sua conduta será imitada pelos filhos. Abraão, por exemplo, mentiu dizendo que Sara era sua irmã, o seu desvio de conduta foi imitada anos depois, por seu filho Isaque. Já Isaque, teve uma preferencia pelo filho Esaú, como foi mencionado, Jacó repetiu o erro, tendo uma preferencia por José. Vale lembrar que esta preferencia alimentou o ódio dos outros irmãos, o que resultou no sofrimento de José e Jacó.

Se você é pai ou mãe, e dá mau exemplo, pode acontecer duas coisas, ou seu filho imita a sua conduta, ou ele te toma como um exemplo a não ser seguido. Qual das duas é pior?

SANSÃO: Pelo que tudo indica, era filho único, seus pais criaram um ambiente para lhe dar tudo o que ele queria, Sansão cresceu extremamente bajulado, e isto fez com que ele pensasse que poderia ter tudo o que quisesse. Vale lembrar que a primeira mulher estrangeira que Sansão teve, foi facilitada pelos pais. Acostumados a dar tudo o que o “filhinho” queria, fez ele desenvolver um caráter fraco que nada tinha a ver com a sua força bruta.

Os pais detestam ver seus filhos passando por momentos de dificuldade, mas acreditem, estes momentos vão fazer com que a criança desenvolva um caráter forte. Este é meu recado aos pais que mimam seus filhos, deixe que as crianças passem por todos os processos sem a sua intervenção. Ainda que isto venha lhe doer, mas não intervenha. Ou amanhã você terá o filho de 30 anos que continua sendo dependente de você.

NOÉ E CAM: Noé se embebedou ao ponto de perder o juízo, ficou nu, na frente do filho Cam. Este filho agiu com desrespeito ao ver a nudez do pai. Quando passou o efeito da bebida, Noé proferiu uma maldição contra o seu filho, mas dirigida ao seu neto Canaã, filho de Cam. Era uma maneira de dizer: “Eu desejo que você sofra com o seu filho, do mesmo jeito que me fez sofrer. Só que a geração de Canaã, se tornou escrava, por anos, crê-se que seja os africanos. Aqui aprendemos que os pais tem que cuidar da postura, nunca perder a razão diante de um filho. E sobretudo tomar cuidado para não se dirigir a um filho com palavras de maldição.

Entre outros pontos que eu estarei observando numa outra ocasião.

Segue a baixo, algumas referencias bíblicas sobre pais e filhos.

Beijem o filho, para que ele não se ire e vocês não sejam destruídos de repente (Salmos 2:12)

O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga. (Provérbios 13:24)

Não evite disciplinar a criança; se você a castigar com a vara, ela não morrerá.

Castigue-a, você mesmo, com a vara, e assim a livrará a sua alma do inferno. (Provérbios 23:13-14)

Na fé, Bispo Dario Garcia